A Virgin America recebeu o primeiro A321neo destinado para uma companhia aérea, a Virgin também se tornou a primeira companhia aérea dos Estados Unidos a operar o jato. A aeronave da Virgin foi entregue em uma cerimônia feita em Hamburgo, onde fica um dos centros de produção da Airbus. A aeronave é equipada com os motores CFM International Leap-1A.

O Airbus A321neo da Virgin America tem capacidade para transportar 185 passageiros em três classes e terá a função de reduzir ainda mais os custos da companhia, além de manter a responsabilidade ambiental da Virgin, assim como afirmado pelo presidente da Virgin America, Peter Hunt. A aeronave está dividida com 8 assentos na First Class, 18 na Premium Economy e 159 na Economy.

A Virgin America colocará a aeronave em serviço a partir do dia 31 de maio, com um voo de San Francisco para o Aeroporto Washington National. A Virgin America tem 10 encomendas para o A321neo, e já recebeu a primeira aeronave, a companhia também tem 30 aeronaves A320neo encomendadas, com previsão para receber após 2020. Atualmente a Virgin America opera com 53 aviões A320 e 10 A319.

Foto – Airbus

O A321neo equipado com motorização CFM Leap-1A foi certificado oficialmente no dia 1º de março pela EASA (Europa) e FAA (EUA). O Airbus A321neo é capaz de transportar até 240 passageiros em configuração de classe totalmente econômica e já é o segundo modelo mais encomendado da família A320neo.

O novo A321neo além de apresentar uma expansão na capacidade de passageiros, transportando até 240 pessoas, promete ser até 20% mais econômico do que a geração atual. Seu custo por assento pode chega a ser até 25% menor quando comparado com o Airbus A321ceo, e 14% menor quando comparado com o 737 MAX 9. Essa aeronave tem alcance típico de 6700 km, que pode ser expandido para 7400 km através de uma versão LR (Long Range).

COMPARTILHAR