A fotorreportagem consiste em uma visita à ALA 1 (Base Aérea de Brasília), a visita à base ocorreu na tarde do dia 8 de novembro onde, pode- se observar o cotidiano da base, as aeronaves de cada esquadrão sediado em Brasília, bem como a estrutura física da base em si.

ALA 1 (Base Aérea de Brasília) foi 1 foi criada em 3 de dezembro 1963, desde a criação teve como objetivo atender as demais autoridades do governo brasileiro, além de receber autoridades estrangeiras como chefes de estados.

ALA 1 Base Aérea de Brasília Foto- André Magalhães
Hangar GTE (Grupo de Transporte Oficial)
Foto André Magalhães

 

AEROVANES 

Embraer 110 Bandeirante

O C95M (nomeação dentro da FAB, o M as refere devido à modernização da aeronave). Aqui ALA 1 é usada pelos 6 ETA Esquadrão Guará, para operações táticas como lançamento de paraquedista, transporte de tropa e a aeronave está sempre em alerta para a casual necessidade de missões de transporte de órgãos. O Embraer 110 é uma aeronave ícone, pois foi à aeronave que deu vida a Embraer.

Embraer 110/C-95M-Foto:André Magalhães

 

VH-35

Juntamente com o VH-36 é responsável pelo transporte do presidente da república, até o Palácio da Alvorada, para o aeroporto, ou até ser deslocado para outras cidades para o maior conforto das grandes autoridades, a aeronave também faz parte do GTE.

VH-35 Carcaral Foto André Magalhães

 

VH-36 Carcaral

Essa aeronave de asas rotativas (helicóptero) tem como missão o transporte do presidente da república e grandes autoridades da nação, a aeronave pertence ao Esquadrão GTE (Grupo de Transporte Especial).

VH-36 Carcaral Foto André Magalhães

 

ERJ 195 ou VC-2

Juntamente com o VC-1 é responsável pelo transporte do Presidente da República e demais autoridades em viagens nacionais e internacionais, ela na fuselagem as cores da nação, além de ser uma aeronave da fabricante brasileira, Embraer. A aeronave também de enquadra no requisito de sempre estar pronta para missões de transporte de órgãos.

ERJ 195/VC 2 GTE
Foto André Magalhães

 

VC-1 A319

O VC-1 juntamente com o VC-2 são as aeronaves presidências, ambas fazem parte do esquadrão GTE, o VC-1 como o VC-2 tem esse código dentro da FAB, é um Airbus A319 modificado para transporte executivo.

VC-1/Airbus A319
GTE – Foto André Magalhães

 

ERJ 145/VC-99B

Esse bimotor com cauda em T, fabricado pela Embraer é empregado em diversas missões na FAB, na ALA 1 é empregado pelo GTE como aeronave de transporte de autoridades, geralmente ministros, e o alto comando das forças armadas podem voar no VC-99B, a aeronave também pode ficar em esquema de alerta para missões de transporte de órgãos.

VC-99B/ERJ145
Foto André Magalhães

 

Dassault Mirage III ou F-103

Este caça, por mais que não tenha operado na Base Aérea de Brasília, se destaca pois foi o primeiro caça supersônico do Brasil. Adquiridos sem uso da França em 1972 e voou até 2005 na FAB.

Teve como sede a BAAN (ALA 2- Base Aérea de Anápolis), cuja principal função era abrigar os caças que fariam e fazem (F-5EM) a proteção do Planalto Central, sobre tudo a capital federal. Hoje na ALA 1 tem um exemplar do Mirage III com as pintura comemorativa de 30 anos de serviço na FAB.

F-103/Mirage III- A aeronave está estática em frente ao HFAB ( Hospital da Força Aérea)- Foto André Magalhães

 

Galeria de imagens 

COMPARTILHAR
André Magalhães

Redator da Aeroflap – Jornalista com foco em aviação e fanático por Aviação Militar – Fotógrafo/Spotter