Foto - Divulgação/Infraero

A Airport Council International da América Latina e Caribe (ACI-LAC) declarou que aguarda com otimismo a sexta rodada de concessão de aeroportos brasileiros, que será realizada nesta quarta-feira, 07/04.

Para o diretor-geral de ACI-LAC, Dr. Rafael Echevarne, “o Brasil teve e ainda tem um grande apelo para investidores internacionais, por isso não é surpreendente notar que é o país no mundo com maior presença de operadores aeroportuários internacionais”.

De acordo com o diretor-geral de ACI-LAC, o Brasil, assim como outros países da América Latina e Caribe, está em processo de reestruturação do mercado aeroportuário, e grandes operadoras que já participam do setor na região têm interesse em participar não apenas da sexta, mas também da sétima rodada de concessões, que ocorrerá em 2022.

“No Brasil, o mercado interno se destaca, devido à sua dimensão geográfica de extensão continental e grande população. O potencial de crescimento do transporte aéreo brasileiro é muito importante, no entanto, no tráfego internacional. Para efeito de comparação, os passageiros internacionais no Brasil em 2019 eram menos da metade do México ou Portugal”.

Echevarne ressalta ainda que, neste momento de crise global e incertezas geradas pela pandemia da Covid-19, os investidores em infraestrutura estão mais atentos aos modelos de concessão apresentados nos processos licitatórios.

O modelo de concessão em blocos que incluem grandes e pequenos terminais, como aconteceu na rodada anterior, no Brasil, tem sido utilizado em outras partes do mundo e na América Latina.

“O México é provavelmente o exemplo mais conhecido em todo o mundo, que tem sido muito bem-sucedido. Neste país, o governo identificou 34 aeroportos para a sua licitação, que foram divididos em três grandes grupos, de nove a treze aeroportos, cada um liderado por um grande aeroporto”, completa.

 

Sobre ACI

Airport Council International (ACI) é o único representante global de aeroportos de todo o mundo.

Fundado em 1991, ACI representa os interesses dos aeroportos junto a governos e organizações internacionais como a Organização da Aviação Civil Internacional (OACI), desenvolve políticas e boas práticas recomendadas aos aeroportos e fornece informações e oportunidades de treinamento com o objetivo de elevar os padrões de qualidade e segurança dos terminais em todo o mundo. Os principais grupos de aeroportos do mundo são atualmente membros da ACI.

Entre os afiliados de ACI atualmente estão 1979 aeroportos em 183 países. A ACI-LAC representa mais de 270 aeroportos em 34 países e territórios.