Acionistas da Azul aprovam venda de participação na TAP Portugal

TAP

Os acionistas da Azul Linhas Aéreas em Assembleia Geral Extraordinária, aprovaram a venda de participação da empresa na portuguesa TAP. A Azul detinha controle acionário de 6% na estatal portuguesa de forma indireta.

A venda da participação para o governo português gera um valor de 10,5 milhões de Euros e com a exclusão do direito de conversão em bônus seniores da Azul. O valor está estimado em 90 milhões de euros em contrato até 2026.

“Como muitas outras companhias aéreas pelo mundo, a TAP foi severamente impactada pela crise do Covid-19. Com a ajuda fornecida pelo governo português, seremos capazes de garantir a continuação da TAP e também manter a integridade do nosso investimento”. Afirma John Rodgerson presidente da Azul.

As demais condições atribuídas ao negócio continuam, os bônus tem valor acumulado com juros em torno de R$ 680 milhões. Isso também “inclui o status de credor sênior, com a taxa de juros anual de 7,5% e o direito a constituição das garantias previstas nos respectivos termos e condições, como o programa de fidelidade da TAP”,disse a Azul em comunicado.

DEIXE UMA RESPOSTA