Ações da GOL sofrem alta após ajuste de preço-alvo pelo BTG Pactual

GOL
Aeronaves da GOL na área remota do Aeroporto de Congonhas.

Nesta segunda-feira (1º/06) o BTG Pactual divulgou uma nova avaliação para as ações da Gol Linhas Aéreas (GOLL4), diminuindo pela primeira vez o preço alvo, mas aumentando a projeção de alta.

Nas estimativas do BTG, neste momento o preço-alvo das ações da GOL é de R$ 20,00, uma redução de aproximadamente R$ 40,00 em comparação com o início de 2020.

Com a publicação do BTG Pactual, as ações da GOL encerraram essa segunda-feira com uma valorização de 8,65%, a R$ 13,07.

Os motivos do BTG para acreditar em uma melhor valorização das ações da GOL é com base no estilo de negócios da empresa, que tem uma boa liquidez, juntamente com ações rápidas para garantir uma menor queima de caixas. 

Além disso, a GOL deve receber uma ajuda do Governo Brasileiro, e uma indenização bilionária da Boeing pelos 737 MAX.

Em abril a GOL liderou o mercado doméstico de aviação, ao mesmo tempo que conseguiu obter melhores taxas de ocupação que os rivais. Logo após, Paulo Kakinoff, presidente da GOL, declarou que mesmo com malha reduzida a companhia conseguiu lucrar com os voos.

No entanto, o preço-alvo não volta ao patamar anterior devido à lenta recuperação da demanda, e também pela reestruturação do Smiles, que antes repassava lucros à GOL.


 

DEIXE UMA RESPOSTA