Tarom Boeing 737
Foto: Getty Images

Cada vez mais fica raro de encontrar um Boeing 737 da versão clássica ainda em operação, a Tarom da Romênia foi mais uma companhia aérea a aposentar em definitivo os antigos aviões. 

A Tarom já havia operado além da versão -300, operou também a versão -500 com duas aeronaves na frota que já foram aposentadas. A companhia aérea de bandeira da Romênia deu adeus em definitivo no último voo com um 737 Classic operado ontem (09). O Boeing 737-300 de matrícula YR-BGE foi o responsável por encerrar a trajetória da aeronave na empresa.

O Boeing decolou da cidade de Cluj-Napoca às 22h38 (Horário local), chegando em Bucharest às 23h23, cumprindo o voo RO3762, o último operado por um 737 Classic na Tarom. A aeronave foi recebida em 1994 diretamente da fábrica, e operou por 27 anos pela companhia da Romênia.

Há cerca de duas semanas, o penúltimo Boeing 737-300 realizou o seu voo de despedida no dia 31 de outubro cumprindo a rota de Timisoara para Bucharest. Agora com as aeronaves mais antigas retiradas de operação, a companhia aérea planeja vender as quatro aeronaves aposentadas desde 2020.

Com a venda dos antigos 737s, a Tarom abre espaço para receber os novos e modernos Boeings 737 MAX. A empresa possui uma encomenda para cinco aeronaves do tipo além de outros três ATR 72-600 para receber de um pedido de sete aeronaves.

A incorporação de novas aeronaves, faz parte do planejamento de renovação e atualização da frota da empresa que visa reduzir os custos de manutenção e operação com os novos aviões, podendo também ampliar sua oferta de assentos. 

Atualmente a frota da Tarom é composta por cinco ATR 72, das versões -500 e -600, quatro Airbus A318, três Boeings 737-700 e mais quatro 737-800.

DEIXE UMA RESPOSTA