A Adria Airways estenderá o cancelamento de todos os seus voos para essa próxima quinta e sexta-feira, exceto a rota de Ljubljana a Frankfurt.

A companhia ao mesmo tempo recebeu uma notificação da Agência de Aviação Civil da Eslovênia, solicitando que um plano de reestruturação seja apresentado até o dia 02 de outubro. Caso contrário, a companhia entra automaticamente no processo de falência, e encerra de vez suas operações.

Ainda não está claro o que acontecerá com os voos da Adria Airways após esse período de suspensão.

A Adria Airways aconselhou os passageiros que viajam nesses dias a verificarem quem está operando seu voo antes de chegar ao aeroporto e, se for a Adria Airways, entrar em contato com o ponto de venda onde adquiriram as passagens aéreas.

A administração da Adria Airways procura cerca de 4 milhões de euros, em financiamentos ou fundos de investimento, para continuar as suas operações. No total a companhia tem 20 aviões em sua frota, faz parte da Star Alliance e transportou cerca de 1,2 milhões de passageiros em 2018. Sua fundação foi em 1961.

O governo esloveno já se recusou publicamente a socorrer a companhia aérea, enquanto a Lauda Air ofereceu emprego para os 550 funcionários, caso a companhia venha à falência.

Na última quinta-feira, a empresa irlandesa de leasing, Trident Aviation Leasing Service, retomou a posse de duas aeronaves Bombardier CRJ 900 (S5-AAU e S5-AAV), desfalcando a frota da companhia.


DEIXE UMA RESPOSTA