A Aer Lingus divulgou nesta última sexta-feira (19/06) que infelizmente planeja demitir nas próximas semanas cerca de 500 trabalhadores, após fracassar em um acordo trabalhista.

A mudança ocorre depois que os sindicatos não aceitaram um plano de recuperação que envolvia mudanças nas práticas de trabalho, para diminuir os custos da empresa neste período de retorno da demanda.

No total, os cortes de empregos afetarão 230 pilotos e comissários de bordo, 120 trabalhadores de apoio, 100 funcionários de solo e 50 de manutenção. A companhia aérea está em negociações com sindicatos, incluindo Siptu e Fórsa

A companhia da Irlanda tem atualmente cerca de 4500 funcionários.

 

DEIXE UMA RESPOSTA