Os acionistas da companhia aérea russa Aeroflot aprovaram a encomenda para 50 aviões do modelo MC-21, fabricados pela Irkut.

As aeronaves de fabricação nacional serão usadas em substituição aos Boeing 737, e entregues a partir de 2020. Esses aviões serão fabricados até o final de 2026 para a Aeroflot.

Os aviões MC-21 serão equipados com motores Pratt & Whitney PW1400G, uma opção interessante, visto que a Aeroflot dispensou o uso de uma solução russa para a propulsão. 

O pagamento das aeronaves será realizado através de leasing operacional, por uma financeira da Rússia. O contrato será firmado nos próximos dias com a Rostec Aviakapital-Servis.

 

O MC-21

O MC-21-300 tem capacidade para 163 a 211 passageiros, sempre em configuração de duas classes. A Irkut promete um custo até 15% menor de operação do MC-21 em comparação com os concorrentes atuais, como o 737 MAX 9 e o A321neo, boa parte devido ao projeto novo e com tecnologias bem atuais nos materiais incorporados na aeronave e também nos demais sistemas.

O desenvolvimento do MC-21 começou em 2008, quando a Irkut aprovou as primeiras características da aeronave, o primeiro voo do avião estava previsto para 2016, mas alguns atrasos no projeto da aeronave levaram essa data para 2017. Apesar disso a Irkut progride bem com os testes, utilizando da sua experiência anterior com as empresas Sukhoi, Yakovlev e Tupolev, essas três, juntamente com a Irkut fazem parte da UAC.

A certificação do MC-21 está prevista para 2018 na Rússia, seguida pela certificação da EASA em 2019, após ganhar o certificado de tipo a Irkut poderá iniciar as entregas do MC-21 para as companhias aéreas.