A cerimônia de transmissão do cargo de comandante da Aeronáutica será realizada nesta sexta-feira (04/01), às 10h30, na Ala 1 (Base Aérea de Brasília).

O Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato passará o cargo ao Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, que foi indicado para o comando em 21 de novembro de 2018.

A cerimônia contará com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do ministro da Defesa, Fernando Azevedo.

 

Perfil – Natural de Santo Ângelo (RS), o Tenente-Brigadeiro Bermudez, 62 anos, ingressou na Força Aérea Brasileira (FAB) em fevereiro de 1975 e foi promovido ao posto de Tenente-Brigadeiro em novembro de 2014.

Ao longo dos 43 anos de carreira dedicados à vida militar, assumiu o comando, a chefia e a direção de diferentes organizações da FAB, dentre elas o Esquadrão Adelphi (1º/16º Grupo de Aviação) – unidade que tem a sua história recente ligada ao projeto A-1, no qual o Brasil desenvolveu uma aeronave de caça em parceria com a Itália.

Também foi comandante da Base Aérea de Brasília (BABR), chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER), comandante da Terceira Força Aérea (III FAE) – responsável pelo gerenciamento das unidades de caça e reconhecimento da FAB, diretor-geral do Departamento de Ensino da Aeronáutica (DEPENS), adido de defesa e aeronáutico junto à Embaixada do Brasil na França e na Bélgica, comandante do Sexto Comando Aéreo Regional (COMAR VI), chefe do Estado-Maior do Comando-Geral de Operações Aéreas e chefe da Logística do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas do Ministério da Defesa. Ao ser designado para o cargo de comandante da Aeronáutica, estava à frente do Comando-Geral do Pessoal (COMGEP).

O oficial-general é oriundo da aviação de caça e possui 4 mil horas de voo em 17 diferentes modelos de aeronaves, entre elas A-1, R-99, E-99, R-35 e A-29.