Aeronave VC-99C da FAB transporta material de saúde em apoio à Operação COVID-19

Nesta segunda-feira (06/04), o Grupo de Transporte Especial (GTE) da Força Aérea Brasileira (FAB) participou da Operação COVID-19. Uma aeronave VC-99C (EMBRAER 135) realizou Transporte Aéreo Logístico de material de saúde, vacinas e respiradores hospitalares, para o enfrentamento ao novo Coronavírus.

O voo partiu de Brasília (DF) para as cidades de Palmas (TO), Macapá (AP) e Belo Horizonte (MG). A missão interministerial foi coordenada pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa, em apoio ao Ministério da Saúde.

Para realizar essa missão, a aeronave VC-99C teve as poltronas de passageiros removidas para permitir o transporte de maior quantidade de carga, chegando a até 4.000 quilos. 

Foram transportadas 2800 doses de vacinas para Palmas (TO) e Macapá (AP), e 18 respiradores hospitalares para serem reparados no Centro de Inovação e Tecnologia do SENAI-FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais), em Belo Horizonte (MG).

Confira a nota do Ministério da Defesa sobre o transporte de equipamentos e medicamentos para auxiliar no combate ao novo Coronavírus.

Para o Tenente-Coronel Allan Domingues de Mendonça, Comandante do GTE: “a execução dessa tarefa reforça a convicção do estreito cumprimento da missão, demonstrado pelo nível de prontidão, abnegação e profissionalismo de todos os integrantes do Grupo”. 

Já o Sargento Romulo Calixto de Castro, mecânico do GTE e responsável pela preparação da aeronave, destacou que ações como esta contribuem para fortalecer os valores da FAB. “Temos como foco os mais elevados padrões de segurança de voo e empenho pela excelência e doutrina nas nossas atividades”, acrescentou.


Segundo o Major Aviador Thiago Azevedo Euzébio, Comandante da aeronave FAB 2560, essa missão é de grande relevância para a sociedade. “Enche-nos de orgulho a pronta-resposta da FAB que, meio do Grupo de Transporte Especial, atende às demandas da sociedade neste momento tão sensível para o país. Além de orgulho, é uma satisfação como ser humano, cidadão brasileiro e Oficial da Força Aérea”, disse.

Para o Sargento Marcelo Azevedo Brito, mecânico do VC-99C, é gratificante participar dessa missão. “É a forma que temos de ajudar a população que está mais distante”, completa. 

A Superintendente Corporativo do SESI/SENAI-DR do Amapá, Regiane Pereira Machado, acompanha a missão e explica a logística do transporte. “Serão transportados para o Amapá vacina trivalente H1N1  e respiradores hospitalares. A missão conta com apoio do Ministério da Defesa e do Senai”, finaliza.

 

Aeronaves da FAB em missão

Nesse domingo (05/04), a Força Aérea Brasileira (FAB) deslocou seus meios aéreos, de diversas localidades do país, para a ALA 1 – Base Aérea de Brasília, ALA 11 – Base Aérea do Galeão e ALA 12 – Base Aérea de Santa Cruz, com o objetivo de promover a ampliação da capacidade de pronta-resposta em atendimento às demandas do Ministério da Defesa nas ações logísticas de enfrentamento à COVID-19.

Na sexta-feira (03/04), outro C-130 Hércules do Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1º/1º GT) – Esquadrão Gordo – realizou Transporte Aéreo Logístico de material de saúde e outros itens, da Ala 11 – Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro, até a Ala 8 – Base Aérea de Manaus, no Amazonas.

Na quarta-feira (1º/04), uma aeronave C-130 do 1º/1º GT – Esquadrão Gordo – prestou apoio no transporte de 9,6 toneladas de álcool em gel e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) de Guarulhos (SP) para Recife (PE).

No dia 25 de março, duas aeronaves C-130 Hércules, com cidadãos brasileiros que estavam em Cuzco, no Peru, pousaram no Brasil. Na Ala 6, em Porto Velho (RO), os aviões realizaram pouso técnico e seguiram para a Base Aérea de São Paulo (BASP), em Guarulhos (SP). Esta etapa da Operação COVID-19, deflagrada pelo Ministério da Defesa, visou repatriar os brasileiros que estavam impedidos de voltar ao país. 

Fonte: Força Aérea Brasileira

Fotos: FAB

DEIXE UMA RESPOSTA