TU-160 sendo escoltado por um SU-35: Foto-Força Aérea da Finlândia

Aeronaves ruusas irão fazer voos de observação entre os dias 7 a 10 de outubro, nas regiões da Suíça, República Tcheca e Eslováquia. 

“Como parte da implementação do Documento de Viena de 2011 sobre medidas de fortalecimento da confiança e da segurança, uma equipe russa de inspetores planeja inspecionar uma área na Suíça para verificar a escala das atividades militares notificadas ou a falta de alguma. A área a ser A pesquisa é de cerca de 16.000 quilômetros quadrados. Como parte da inspeção, os especialistas russos visitarão os campos de treinamento e serão informados sobre as unidades do exército posicionadas nessa área”, comenta ergei Ryzhkov , chefe do Centro de Redução de Risco Nuclear da Rússia.

“Em um período de 7 a 11 de outubro, uma missão conjunta da Alemanha e dos Estados Unidos realizará um voo de observação sobre a Rússia a bordo de um avião SAAB-340B sueco do aeródromo de Kubinka, sob o Tratado de Céu Aberto. O vôo será realizado ao longo do rota acordada com o lado da Rússia. Especialistas russos estarão a bordo do avião para monitorar o cumprimento das disposições do tratado “, afirmou Ryzhkov.

Caça SU-27SM escoltando um TU-160 sobre o Mar Negro- Foto: Russian Airforce

O jornal russo  Krasnaya Zvezda disse que aeronaves norte-americanas e alemãs fariam voos de observação sobre a Rússia. Os EUA fazem parte do Tratado de Céus Abertos e seus interesses são visto de perto com tal tratado. Com tudo foi cogitado essa semana por um membro da câmera dos EUA que o país pode se retirar do acordo de 1992.

O Tratado de Céus Abertos foi assinado em março de 1992 em Helsinque por 24 países membros da Organização para Segurança e Cooperação na Europa (OSCE). Os principais objetivos do regime de céu aberto são desenvolver a transparência, prestar assistência no monitoramento do cumprimento dos acordos de controle de armas existentes ou futuros, ampliar as possibilidades de prevenção de crises e gerenciar situações de crise. O tratado estabelece um programa de voos desarmados de vigilância aérea sobre todo o território de seus participantes. Agora, o tratado tem mais de 30 estados signatários. A Rússia ratificou o Tratado de Céus Abertos em 26 de maio de 2001.

Fonte de apoio: TASS / Adaptação: Aeroflap