Aeroporto de Bagé

O Aeroporto Internacional Comandante Gustavo Kraemer obteve na última terça-feira (11) a certificação operacional, o que permite receber aeronaves de maior porte com capacidade para 70 lugares.

O anúncio oficial foi feito pela Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária (SIA), setor ligado à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A conquista só foi possível após dois de muito trabalho e reuniões do Governo Municipal, liderado pelo prefeito Divaldo Lara, que cumpriu todas as determinações cabíveis a Bagé, inclusive a revitalização do local.

A atual gestão colocou em prática o sonho de décadas, já que o último voo comercial, em Bagé, havia ocorrido na década de 80.

Inclusive, na primeira semana de abril, os aeroportos de Bagé, Curitiba, Foz do Iguaçu, Navegantes, Londrina, Joinville, Bacacheri, Pelotas e Uruguaiana fizeram parte de um leilão para concessão de gestão por 30 anos.

O grupo CCR arrematou este lote por R$2,1 bilhões. O Ministério da Infraestrutura estima que durante as próximas três décadas sejam investidos R$2,84 bilhões entre as nove estruturas citadas.

“Foi uma conquista muito importante e estou muito feliz, porque liderei esta ação nos últimos dois anos. A retomada representa o fortalecimento da Rainha da Fronteira na rota dos investimentos, além de interligar a cidade com o mundo e propiciar redução no preço das passagens aéreas. Agora, temos uma rodoviária e um aeroporto com ótimas condições para quem chega e sai”, declara o chefe do Executivo.

 

Via: Prefeitura de Bagé