Em homenagem ao Dia Mundial da Fotografia, celebrado na próxima segunda-feira (19/8), o Aeroporto Internacional de Belém/Val-de-Cans (PA) promove uma mostra fotográfica com imagens que retratam o cotidiano do terminal paraense. A exposição será inaugurada no mesmo dia em que se celebra internacionalmente a data. O objetivo é apresentar aos espectadores o outro lado de um aeroporto, geralmente visto de longe pelos passageiros.  

A exposição traz 42 telas, capturadas por olhares curiosos de 30 fotógrafos amadores e profissionais que participaram do último Spotter Day, realizado em Val-de-Cans no mês de junho. 

Eles registraram movimentações de aeronaves, entre pousos, decolagens e taxiamentos, bem como outras imagens que envolvem a rotina aeroportuária. Passageiros e usuários do aeroporto poderão conferir o acervo, no saguão de desembarque doméstico, até o dia 9 de setembro.  

O Aeroporto Internacional de Belém tem a capacidade de receber até 7,7 milhões de passageiros por ano, e no primeiro semestre de 2019, movimentou quase 1,7 milhão de viajantes – o que gerou um aumento de 3,7% no fluxo em relação ao mesmo período de 2018, quando foram contabilizados 1,63 milhão de passageiros.     

O aeroporto recebe uma média diária de 100 voos comerciais regulares, distribuídos entre seis companhias aéreas – Azul, Gol, Latam, MAP, Surinam e TAP. As rotas interligam a capital paraense a vários destinos brasileiros – Guarulhos e Campinas (SP); Recife (PE); Brasília (DF); Macapá (AP); Altamira, Marabá e Santarém (PA); Rio de Janeiro (RJ); Confins (MG); Manaus (AM); Fortaleza (CE); São Luís (MA); Cuiabá (MT). Já os voos internacionais conectam Belém à Europa, Estados Unidos, Suriname e Guiana Francesa.