Aeroporto de Brasília adia prazo para envio de projetos para o Concurso Cultural Arte na Praça

Aeroporto de Brasília- Foto: Inframérica

O Aeroporto de Brasília estendeu o prazo para que artistas de todo o Brasil criem seus projetos para o Concurso Cultural ‘Arte na Praça’. A decisão foi tomada após inúmeros pedidos de candidatos que queriam elaborar um projeto específico e mais detalhado para o muro e o cubo de cimentos presentes na Praça Pick Up, nova área de convivência e mobilidade no terminal brasiliense. Agora, as inscrições vão até o dia 13 de setembro. Serão dois ganhadores que deverão elaborar as melhores ideias em qualquer tipo de arte, como grafitti, colagem, pintura, mosaico, desenho, todo tipo de arte. Os vencedores receberão um prêmio de R$ 8 mil cada, além dos insumos para a produção da criação. 

Aeroporto de Brasília- Foto: Inframérica

O concurso cultural quer estimular o cenário artístico nacional e trazer talento e criatividade para o Aeroporto de Brasília. Para participar os candidatos devem criar os projetos e postar no perfil pessoal da rede social, marcando @aeroportobsb e na legenda incluir a hashtag #aerobsbtemartenapraça. Os interessados podem conferir as regras no edital disponível no site do aeroporto em www.bsb.aero/hotsites/2020/aero-bsb-tem-arte-na-praca. 

Com o adiamento, a previsão é que os dois ganhadores sejam anunciados no dia 25 de setembro e a realização do trabalho na Praça Pick Up em data a ser combinada.

Até o momento, já foram feitas mais de 480 postagens por artistas de Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiânia, Salvador, Florianópolis, entre outras cidades.

Para Ian Joels, diretor comercial do Aeroporto de Brasília, o adiamento vai beneficiar a todos. “Os candidatos podem participar com mais de um projeto e aumentar as chances de ser um dos 10 finalistas. Estamos empolgados e confiantes que será um sucesso”, diz.

Aeroporto de Brasília- Foto: Inframérica

Para compor o júri, a Inframerica, administradora do Aeroporto de Brasília, convidou dois artistas consolidados do cenário brasiliense para avaliar os projetos. Thales Borges, mais conhecido como Pomb, trabalha com arte urbana e ilustrações e já presenteou a cidade com diversos trabalhos, além de ter sua arte exposta em São Paulo, Milão e Berlim. Além dele, Desiree Feldman também compõe o júri. Ela trabalha com colagens e tem trabalhos espalhados pelas paredes e murais da Capital Federal.

A Praça Pick Up foi desenvolvida com um conceito de terminal de transportes para que os passageiros do terminal brasiliense desembarquem no terminal brasiliense e esperem por veículos solicitados por aplicativo, ônibus, vans e carros alugados, em um local confortável. O espaço será aberto para uso em setembro e aos poucos ganhará pontos comerciais e atrações musicais e culturais.


O concurso respeitará todas as regras de distanciamento social e segurança devido a pandemia da covid-19. A maioria das etapas serão realizadas por videoconferência.

Via- Inframérica

DEIXE UMA RESPOSTA