Para preparar as equipes para atender vítimas em casos de emergência, o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, realizou nesta quinta-feira (27), às 14h, mais um Exercício Simulado de Emergência em Aeródromo (ESEA). Desta vez, a iniciativa ocorre nas proximidades do Hotel Linx, localizado em frente ao aeroporto.

A ideia é criar uma situação em que seja possível treinar preventivamente os profissionais para que consigam tomar as medidas necessárias em casos de emergência com vítima. 

Para o primeiro exercício deste ano, haverá um acidente simulado envolvendo uma motociclista grávida. A ideia é testar as equipes do aeroporto e colocar em prática o​ Plano de Emergência.

Serão aferidos o Centro de Operações de Emergência (Coe), as comunicações e alarmes, o Posto de Comando Móvel, o Serviço Médico de Emergência e as Ferramentas de Suporte do aeroporto. 

De acordo com Douglas Gameiro, gestor de Segurança e Processos Integrados da BH Airport, o simulado é uma oportunidade de melhoria.

“É o momento em que avalia​​mos os pontos fortes e fracos, bem como conseguimos nos aperfeiçoar para atuar de forma mais ágil e segura, melhorando o tempo de resposta nas emergências aeroportuárias”, avalia.

Ele acrescenta que o envolvimento de todas as equipes contribui para a transferência de conhecimento e para que todos consigam atuar também em situações não previstas. 

Este ano ainda está no cronograma a realização de mais dois simulados de emergência, abrangendo uma equipe e ocorrências maiores.

 

Via: BH Airport