Aeroporto de Divinópolis
Foto - Christyam de Lima

A Prefeitura Municipal de Divinópolis, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo (Semdes), informou nesta última semana que, foi publicado no dia 14 de dezembro, no Diário Oficial dos Municípios, o edital para contratação de empresa que ficará responsável prestação de serviços de mão de obra para recuperação e revitalização no balizamento noturno para a pista de pouso e decolagem do Aeroporto Brigadeiro Cabral.

O objetivo é sanar os danos em decorrência dos furtos, principalmente da fiação e materiais elétricos. Em respeito ao prazo da legislação vigente, no dia 27 de dezembro, acontecerá o processo licitatório para esta contratação. 

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Angelo Gonçalves, este é um investimento muito importante para a infraestrutura do aeroporto, uma vez que os instrumentos vão proporcionar a operação de voos no período noturno.

“O governo municipal tem trabalhado incansavelmente para melhorar a infraestrutura e modernização do aeroporto e, com certeza, em um futuro breve, esses investimentos ajudarão a construir uma base sólida para a volta dos voos comerciais”, salientou.

O furto da fiação do balizamento de aeronaves interrompeu as operações noturnas no Aeroporto de Divinópolis. Sem a infraestrutura necessária, Divinópolis também poderia correr o risco de nunca ter as operações regionais retomadas para o local. A Azul operava antes da pandemia voos para a cidade.

O terminal de passageiros do Brigadeiro Cabral conta com 220 m², já o pátio de aeronaves dispõe de 21 mil m². A pista de pousos e decolagens conta com 1.540 m x 30 m; a taxiway A tem 150 m x 22,5 m, e a taxiway B com 220 m x 22,5 m. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA