Aeroporto de Manston fica lotado de caminhões após bloqueio de fronteiras

Aeroporto de Manston ganhou destaque na mídia nesta terça-feira (22/12) após o pátio do local ficar repleto de caminhões.

Manston é uma cidade que fica perto do Canal da Mancha, banhada pelo mar do Oceano Atlântico, e com uma distância de poucos quilômetros até a França e Bélgica.

A região de fronteira é importante para o transporte de cargas entre o Reino Unido e outros países da Europa, no entanto, a França fechou as fronteiras para a Inglaterra nas últimas horas, devido a disseminação avançada de uma nova cepa da COVID-19, que está ocorrendo no Reino Unido.

Devido ao fechamento de fronteiras, os caminhões que transportavam carga e estavam engarrafando estradas locais foram direcionados para o Aeroporto de Manston durante a última noite.

Apesar disso, foi apenas enquanto as autoridades instalava uma barreira de concreto no meio da faixa de rodagem da rodovia M20 , que segue para Londres.

Conhecida como Operação Brock, isso permite que o tráfego flua nos dois sentidos na rodavia M20, enquanto mantém o lado da costa disponível para os caminhões na fila.

Imagens aéreas que surgiram nesta manhã mostram quantos caminhões foram enviados para o aeroporto de Manston durante a noite.


A secretária do Interior, Priti Patel, disse aos meios de comunicação esta manhã que 873 caminhões estavam em Manston, e mais 650 caminhões engarrafavam a M20. O aeroporto pode suportar estacionar até 4000 caminhões.

O local inaugurado há mais de 100 anos é mais utilizado pela Aviação Geral, e tem uma pista de pousos e decolagens de 2700 quilômetros de comprimento.

A Highways England confirmou que a carga com destino ao porto não está mais sendo direcionada ao litoral pela rodovia M20, e está indo direto para o Aeroporto de Manston, enchendo ainda mais o local enquanto as autoridades do Reino Unido tentam resolver os problemas de autorizações sanitárias.

As autoridades de outros países solicitam que cada motorista ou funcionário que desejam seguir para outros países façam um teste de COVID-19, e caso dê positivo este não poderá seguir a viagem para a França. No entanto, esta é uma situação difícil e complicada de negociar entre a França e o Reino Unido.

As autoridades ainda podem exigir uma limpeza adequada do compartimento de cargas e da cabine do caminhão, antes do mesmo seguir viagem.

 

DEIXE UMA RESPOSTA