Aeroporto Internacional de Salvador
Foto: Salvador Bahia Airport

O Conselho Internacional de Aeroportos para a América Latina e o Caribe (ACI-LAC) anuncia que o Salvador Bahia Airport (SSA) conquistou o Airport Health Accreditation (AHA).

A acreditação AHA é baseada nas recomendações dos documentos CART (Força-Tarefa da Recuperação da Aviação) da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI) e no guia de boas práticas de ACI Recovery and Restart Best Practices.

O programa que fornece aos aeroportos as orientações para o alinhamento às boas práticas internacionais está aberto a todos os aeroportos membros da ACI de todos os tamanhos em todas as regiões.

Para garantir a proteção de seus usuários, o Salvador Bahia Airport aumentou a frequência de limpeza das áreas comuns, demarcou distâncias de segurança, instalou barreiras de proteção nos balcões de check-in, disponibilizou álcool em gel no terminal e implantou a obrigatoriedade do uso de máscaras.

Soluções próprias foram desenvolvidas, como um túnel de desinfecção de bandejas com lâmpadas ultravioleta e o “Banheiro 3.0”, em que na entrada há uma tela indicando os limites de ocupação dos conjuntos sanitários. Um plano de contingência também foi desenvolvido para lidar com passageiros com suspeita de Covid-19.

“A acreditação reflete nossas preocupações desde o início da pandemia em tornar o aeroporto um ambiente seguro para os viajantes e a comunidade aeroportuária. Nossas medidas de combate à Covid-19 já conquistaram reconhecimento internacional, confirmando que todas as ações de sinalização, conscientização e adequações na infraestrutura e nos processos estão alinhadas aos protocolos globais de saúde e segurança”, destacou Antonio Mendes, diretor de operações do Salvador Bahia Airport.

“Ao conquistar o Airport Health Accreditation, o Salvador Bahia Airport demonstra a passageiros, funcionários e ao poder público que prioriza a saúde e a segurança de seus usuários e equipes de trabalho, sobretudo em tempos de Covid-19. Esta iniciativa tranquiliza o público para utilizar as instalações do aeroporto e voltar a viajar, comprovando que o transporte aéreo não é um vetor de contaminação”, completou Rafael Echevarne, diretor-geral de ACI-LAC.

Em todo o mundo, mais de 350 aeroportos já são certificados pelo Programa AHA, entre eles, além do Aeroporto Internacional de Salvador, outros 5 estão no Brasil: Aeroporto GRU – Aeroporto Internacional de São Paulo, Aeroporto Internacional de Brasília, Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro – Aeroporto Internacional do Galeão, Aeroporto Internacional de Viracopos, e Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.

 

Via: Salvador Bahia Airport

DEIXE UMA RESPOSTA