Foto - Infraero

O feriado da Independência, celebrado no dia 7 de setembro, deve aumentar o fluxo de passageiros nos aeroportos do Brasil. Nos 15 principais aeroportos do país a estimativa é que a movimentação (embarques+desembarques) seja de 1,588 milhão de passageiros entre quinta-feira (6/9) e segunda-feira (10/9).

A apuração é feita com base no número de assentos ofertados e multiplicados por uma taxa de ocupação média dos assentos ofertados pelas companhias aéreas de 80%.

Os dias de maior demanda nos aeroportos avaliados deverão ser a quinta-feira, com 348,3 mil, e na segunda-feira, pós-feriado, com 367,3 mil. Os voos domésticos devem movimentar 1,341 milhão de passageiros e o internacional 246,4 mil no mesmo período.

Os 15 terminais analisados foram: Brasília (DF), Confins (MG), Curitiba (PR), Cuiabá (MT), Manaus (AM), Fortaleza (CE), Recife (PE), Porto Alegre (RS), Natal (RN), Salvador (BA), Galeão e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e Guarulhos, Viracopos e Congonhas, em São Paulo. Eles são responsáveis por 80% de toda a movimentação no país.

 

INFRAERO – A estatal vai intensificar em seus aeroportos os trabalhos das equipes de segurança e de operações, incluindo as de plantão, por meio de remanejamento das escalas de trabalho. A empresa também realizou manutenções preventivas em equipamentos como esteiras de bagagens, elevadores e escadas rolantes, entre outros, para atender a demanda esperada.

Os “amarelinhos”, funcionários da Infraero com colete amarelo que estampa a frase “Posso Ajudar/May I Help You?”, estarão de prontidão nos saguões e áreas públicas para tirar dúvidas sobre horários de voos, portões de embarque e fazer outros esclarecimentos. Nos balcões de informações da Infraero, as equipes também estão preparadas para orientar os viajantes.

 

GUIA DO PASSAGEIRO – Para não ter problemas e garantir uma viagem tranquila, é importante que o viajante se atente para alguns cuidados, como chegar com 1h30 de antecedência para voos domésticos e 2h30 para voos internacionais.

É importante lembrar também que bagagens fora do padrão e com mais de 10 quilos deverão ser despachadas. Vale dizer ainda que os passageiros passarão por inspeção de raio-X ao embarcar e que alguns poderão ser selecionados para revistas aleatórias, conforme prevê a legislação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Todas as informações sobre viagens, direitos e responsabilidades do passageiro e da companhia área podem ser encontradas no Guia do Passageiro, nas versões impressa e virtual.

O material traz ainda explicações sobre o funcionamento do setor aéreo e dicas, como, por exemplo, peso e devolução de bagagem, transporte de animais e produtos de origem animal e vegetal trazidos do exterior. O guia pode ser obtido nos balcões de informações dos aeroportos e no site do Ministério dos Transportes.

 

Via – Ministério dos Transportes