Boeing 757 American Airlines

A demanda por aviões cargueiros continua em alta. De olho neste mercado a AerSale está retomando a produção em mais um local para converter aviões Boeing 757-200 em cargueiros.

O novo local será em uma unidade da AerSale em Goodyear, no Arizona. Por lá a empresa já realiza trabalhos de manutenção pesada, reparo e revisão de aeronaves, porém agora também voltará a converter aviões de passageiros em cargueiros, como fazia desde 2013.

De início cerca de 24 aviões Boeing 757 serão convertidos em cargueiros. Anteriormente essas aeronaves operavam na frota da American Airlines e da United Airlines, como aviões de passageiros. Inclusive chegamos a postar aqui no site sobre esse acordo para comprar os aviões antigos da American e United. 

As duas companhias decidiram aposentar os aviões Boeing 757 e 767 durante a pandemia. Parte desses aviões foram vendidos e encontraram uma nova “casa”.

“Não há rival para o Boeing 757 como cargueiro”, disse Craig Wright da AerSale, atribuindo a carga útil atraente da aeronave, alcance e custo de operação como as principais vantagens.

Um Boeing 757-200 convertido para cargueiro tem um peso máximo de decolagem de 113,4 toneladas, pode transportar até 25 toneladas de carga em 15 pallets no compartimento principal, e ainda mais carga nos porões inferiores. O alcance, por sua vez, é de 4250 quilômetros com o máximo de carga.

Essas especificações são superiores até ao A321ceo convertido para cargueiro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA