A Air Canada realizará amanhã (16/01) o primeiro voo comercial do seu Airbus A220-300, aeronave projetada e construída no próprio país da companhia. A rota inaugural da aeronave será entre Montreal e Calgary.

Uma apresentação formal foi realizada nesta quarta-feira (15/01), para mídia e convidados da companhia, apresentando e incorporando a nova aeronave na sua frota.

O A220 da Air Canada é equipado com uma cabine de classe dupla, que acomoda 137 passageiros: 12 na classe executiva e 125 na classe econômica.

Em breve, os A220 serão adicionados em rotas existentes, como Montreal e Toronto, para lugares como Ottawa, Winnipeg, Edmonton e Nova York-LaGuardia, informou a Air Canada.

A Air Canada também planeja usar o A220s para lançar duas novas rotas a partir de 4 de maio: Montreal-Seattle e Toronto-San Jose, Califórnia. No geral, ela planeja usar o A220 em várias rotas domésticas no Canadá e nos Estados Unidos.

Foto – Divulgação Airbus

A companhia canadense é a primeira da América do Norte a voar com a variante A220-300, visto que a Delta só opera no momento com o A220-100.

O A220-300 será utilizado para substituir o Embraer 190, que será retirado da frota da companhia até o final deste ano. Atualmente, a Air Canada possui 14 aviões E190 em sua frota.


Alimentados pelos turbofans da Pratt & Whitney PW1500G, os A220-300 queimam 20% menos combustível por assento do que os E190s, disse Mark Galardo, vice-presidente de planejamento de rede da Air Canada.

Os executivos descreveram entrada do A220 na malha como uma vitória para a indústria canadense.

Ao todo a Air Canada tem 45 pedidos firmes para o Airbus A220-300, totalizando uma encomenda de US$ 3,8 bilhões. A companhia já recebeu uma aeronave desse pedido, a que foi apresentada nesta quarta.

DEIXE UMA RESPOSTA