A Air China declarou que fez uma encomenda firme adicional para 20 aviões Airbus A350-900.

O acordo entre as empresas é avaliado em aproximadamente US$ 6,54 bilhões, quando consideramos o preço de lista, mas a companhia declarou que durante as negociações ela recebeu um desconto, ainda não declarado, além de conseguir a opção de converter os pedidos para o A350-1000 sem taxas adicionais.

As entregas dessas aeronaves devem ser realizadas entre 2020 a 2022.

Atualmente a Air China opera com 10 aviões A350-900, que substituíram na frota da companhia os 777-200.