Foto Via - Joon

A Air France confirmou hoje que vai deixar de operar com a marca Joon, após 13 meses de atividade da companhia aérea.

A informação foi confirmada pelos CEOs da empresa, e seguem de um planejamento para integrar as operações das duas companhias, mantendo a marca Air France como permanente.

Os funcionários da Joon serão transferidos para a Air France nos próximos dias, de acordo com os sindicatos.

“Apesar dos muitos impactos positivos da Joon… A marca era difícil de entender desde o início para os clientes, para os funcionários, para os mercados e para os investidores. A pluralidade de marcas no mercado criou muita complexidade e, infelizmente, enfraqueceu o poder da marca Air France”, disse a matriz em um comunicado.

Desde que assumiu seu cargo o novo presidente-executivo, Benjamin Smith, era contra a manutenção da marca Joon, um ato realizado pelo CEO anterior, Jean-Marc Janaillac para tentar entrar no mercado dos “millennials”, tomando espaço das companhias aéreas de baixo custo apesar da tarifa ser comercializada com pouca diferença de preço em comparação com a Air France.

A Air France destacou que os 13 meses de operação da companhia foram rentáveis, ou seja, o grupo conseguiu obter lucro.

No Brasil a Joon é conhecida por realizar o voo de Fortaleza para Paris, parte do hub estratégico com a GOL e KLM no nordeste.