Foto - Air France Media

A Air France iniciará em breve a retirada de aeronaves do modelo Airbus A380 da sua frota.

O CEO da companhia aérea, Benjamim Smith, confirmou que no total metade dos aviões da frota atual de 10 aeronaves deixarão de operar nos próximos anos. Até o final de 2019 cerca de 2 aeronaves devem ser devolvidas para a empresa de leasing, os outros jatos serão retirados em 2020 e 2021.

Todos esses aviões citados são alugados pela Air France, a empresa ainda tem mais cinco jatos deste modelo de sua propriedade, que serão reformados para receber um novo interior até 2020.

O novo interior terá um custo de US$ 45 milhões por aeronave, e vai alinhar o produto da companhia com oferecido atualmente nas aeronaves 787 e 777. O interior antigo do A380 é um alvo constante de reclamações dos clientes, que comparam com a modernidade e padrão das novas aeronaves.

Cada A380 da Air France é configurado com 516 assentos em três classes (com Premium Economy), são 8 assentos na First, 80 na Executiva, 38 na Premium Economy e 389 na Economy.

Foto – Divulgação/Air France

Esse movimento da Air France é para diminuir os seus custos totais e melhorar a rentabilidade da frota. O A380 será substituído pelo A350, inclusive anos atrás a companhia optou por converter encomendas do A380 para o novo A350 da Airbus.

A Air France espera receber o primeiro A350 da sua frota em 2019, enquanto isso a companhia mantém 21 encomendas firmes para esse modelo de aeronave.