Air India

A Air India decidiu expandir ainda mais a sua encomenda para novos aviões, antes estimada em 150 unidades de aeronaves narrow e widebody.

Agora a Air India está estimando encomendar até 300 aeronaves de corredor único, com foco nos modelos da família Airbus A320neo e Boeing 737 MAX. O pedido único pode ser estimado em US$ 40,5 bilhões.

A empresa espera expandir sua oferta no mercado indiano, para contrapor com outras companhias, como a GoAir, Vistara e a IndiGo. O Grupo Tata, que comprou a companhia aérea do governo, está liderando a expansão da empresa. Os novos aviões vão diminuir o custo operacional da empresa e os gastos com combustível.

Anteriormente a Air India já havia comunicado que está fechando uma encomenda para 50 aviões Airbus A350, com um valor estimado de US$ 16 bilhões.

A companhia também já comunicou para alguns pilotos que estes serão treinados para operarem o Airbus A350. Os primeiros aviões chegarão já no primeiro semestre de 2023. 

A Air India tem atualmente cerca de 115 aviões em atividade, e essa encomenda dupla pode representar uma significativa expansão da sua frota, à medida que a demanda aumenta no mercado indiano. A companhia também opera com 27 aviões Boeing 787-8 e mais 27 A320neo, os mais novos da sua frota e que serão mantidos.

O último pedido de aeronaves da Air India foi em 2006, quando fez pedidos para a compra de 111 aeronaves, 68 da Boeing e 43 da Airbus. As entregas foram realizadas nos 12 anos seguintes.

 

Via: Bloomberg