O nosso convidado de hoje é o Dr. Gilvandro Araújo, doutor pela Faculdade de Direito de Paris II, ex-conselheiro e procurador-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE (2010 a 2018), e que atualmente exerce o cargo de diretor de soluções jurídicas e administrativas da Infraero.

Gilvandro comentou de forma objetiva sobre a questão da concorrência entre aeroportos no Brasil e sobre como se deu essa mudança a partir do início das concessões de aeroportos há alguns anos.

Ele ainda fez algumas ponderações sobre os desafios do órgão regulador com a existência de diferentes modelos nas cinco rodadas de concessão de aeroportos que já ocorreram e nas próximas duas que já estão em andamento.

Não percam a oportunidade de assistir e depois de se aprofundar no assunto, pois esse é um tema ainda muito pouco discutido no Brasil, sendo comentado por um dos maiores especialistas no assunto.

 

Assista na sua Rede Social favorita:

Linkedin: https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6752217041245089792

Insta: https://www.instagram.com/p/CJqbBcBD0Ik/

Twitter: https://twitter.com/AirLawBrasil/status/1346450684946821120?s=20

YouTube: 

 

Air Law Brasil

O Air Law Brasil é um projeto fundado por Ricardo Fenelon, ex-Diretor da ANAC, com o objetivo de difundir conteúdo sobre Direito Aeronáutico e Espacial no Brasil.

A partir de inúmeras mensagens recebidas de estudantes e colegas advogados interessados em se especializar na área, Fenelon decidiu reunir profissionais especializados e respeitados, que ao longo das próximas semanas vão contar um pouco sobre suas carreiras e sobre temas específicos do Direito Aeronáutico e Espacial.

Ricardo Fenelon Junior é Advogado especialista em Aviação, Infraestrutura e Regulação. Já foi Diretor da Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC (2015-2019) e Membro do Brasil no Comitê Jurídico da Organização de Aviação Civil Internacional - OACI (2017-2019). Atualmente é Presidente do Instituto Brasileiro de Direito Aeronáutico - IBAER e Professor de Direito Aeronáutico e Regulação no Instituto Brasiliense de Direito Público - IDP.

DEIXE UMA RESPOSTA