Último A340 da Emirates. Foto - Divulgação/Emirates

Em uma postagem que foi publicada hoje, a Air New Zealand assumiu a paralisação de dois 787-9 da sua frota, sem esses aviões a companhia precisou achar uma alternativa para evitar um prejuízo financeiro, e ela achou.

A companhia de Portugal Hi Fly, especializada em questões de Wet Leasing, vai alugar um Airbus A340 para a Air New Zealand temporariamente, até os 787 passarem por manutenção nos motores Rolls-Royce Trent 1000.

A nova aeronave entrará na frota da companhia ainda em maio, e vai garantir voos sem escalas para os Estados Unidos e Japão.

A companhia ainda não declarou se vai alugar outro avião para compor sua frota, visto que agora somente nove aviões 787-9 podem operar, antes a companhia tinha 11 aviões do mesmo modelo operando na sua frota de voos de longa distância. A companhia já cogitou alugar mais 777 para sua frota, que atualmente tem 15 aviões nas versões 777-200ER e 777-300ER.