Um Airbus A220-300 da Korean Air registrou no dia 27 de dezembro uma falha de motor, durante um voo de Busan para Nagoya.

O incidente envolveu a aeronave HL8314, que operava o voo KE753 com 64 passageiros a bordo mais a tripulação.

A falha foi identificada cerca de 25 minutos após o avião decolar do aeroporto de origem, os pilotos optaram por alterar para Busan, e pousaram de volta no local cerca de 59 minutos após a partida.

A falha aconteceu quando a aeronave estava em regime de subida para a altitude estabelecida no plano de voo, no momento o avião estava voando a 29000 pés.

A Korean Air confirmou o incidente mas evitou divulgar maiores informações, uma foto mostra danos severos nas pás da turbina de baixa pressão do motor Pratt & Whitney PW1521G.

A companhia disse que enviou a aeronave para inspeção em um hangar, e trabalha com a Pratt & Whitney e a Airbus para resolver esse problema. Vale ressaltar que essa aeronave é bastante nova, foi entregue em agosto de 2018.

O voo foi operado por um Boeing 737-900, após uma atraso de duas horas e meia.