Airbus A320
Foto - Airbus/Reprodução

A família Airbus A320 está ganhando uma grande relevância nos últimos anos. E de acordo com dados apresentados pela Cirium, este foi o avião mais utilizado de 2020.

Os aviões da família A320, tanto da antiga geração (ceo) como da nova (neo), cumpriram cerca de 6,07 milhões de voos em 2020, considerando os dados contabilizados pela Cirium, uma das maiores plataformas de avaliação de dados do setor de aviação.

Na “cola” estão os aviões da família Boeing 737, que cumpriram cerca de 5,05 milhões de voos ao longo de 2020.

KLM
E-Jet também foi destaque na lista da Cirium. Foto – KLM/Divulgação

Os aviões da Embraer, da família E-Jet, estão na 3ª posição entre os mais utilizados no mundo, com 1,27 milhão de voos. “Na cola” está o concorrente dos E-Jets, o Bombardier CRJ, com pouco mais de 1 milhão de voos.

 

Outras curiosidades by Cirium

A Cirium também citou outros dados interessantes do setor em 2020, envolvendo as frotas das companhias aéreas.

De acordo com a Cirium, as companhias preferiram operar com o A320neo na retomada dos seus voos, sendo que 90% dos aviões ficaram ativos mesmo durante a pandemia. O A320ceo teve uma menor utilização durante o período, com mais aviões estocados por parte das companhias aéreas.

Alguns dados podem explicar esse tipo de comportamento. Ainda não há mais aviões da família A320neo ativos em comparação com o A320neo, e nem todas as companhias, como a LATAM, registram mais aviões A320neo do que A320ceo na frota.

Airbus A320

Além disso, o Airbus A320neo é cerca de 15% mais econômico em comparação com a geração anterior, e o A321neo amplia essa vantagem ao ser mais eficiente e substituir até mesmo aviões maiores, como o Airbus A330 e Boeing 767 na retomada de voos.

Outro dado interessante lançado pela Cirium envolve a média de operação diária de cada aeronave. A maior parte das companhias, para não falar todas, tentam montar uma malha que possibilite utilizar ao máximo os seus aviões durante um dia.

Logicamente isso aumenta a receita por avião e a eficiência da frota.

Contudo, a demanda deficiente em vários destinos alterou esse planejamento, e as aéreas precisaram reduzir o tempo de uso dos seus aviões ativos. Em 2019 a média entre as aéreas era de 10 a 9 horas de uso diário para cada avião, já em 2020 essa média foi de 6 a 7 horas por dia.

 

Via – Cirium

DEIXE UMA RESPOSTA