Airbus A320neo CFM Leap
Foto: Autor Desconhecido

A FAA (Federal Aviation Administration) solicitou às empresas que operam nos Estados Unidos com o Airbus A320neo uma inspeção dos motores CFM Leap-1A.

No caso os mecânicos devem inspecionar as turbinas de alta pressão (HPT) dos motores Leap-1A. A FAA disse que há indícios de problemas envolvendo a qualidade de fabricação dos componentes, algo que pode causar uma falha de funcionamento no motor.

No número 7 temos a turbina de alta pressão do motor CFM Leap-1A, nesta parte há estatores e os rotores, trabalhando logo após a câmara de combustão.

De acordo com a FAA, o problema se concentra em uma vedação do rotor intermediário da Turbina de Alta Pressão (HPT) do motor. Nesta ocasião, a vedação pode superaquecer, devido ao problema de fabricação, e causar uma separação entre o rotor e o núcleo do motor.

“Várias radiografias das portas de sangria da caixa do HPT mostraram 148 peças com indicações de não conformidade, oito das quais foram significativas o suficiente para impactar a vida útil do HPT”, disse a diretriz emitida pela FAA.

motores CFM Leap

Cerca de 8 motores nos Estados Unidos foram afetados pelas peças com problemas de fabricação. As empresas devem remover o motor, levar para um centro de manutenção certificado e substituir toda a parte do compressor de alta pressão do motor.

A CFM já está ciente do problema desde outubro de 2020, e instruiu as equipes de manutenção sobre a solução do problema.