Airbus A321 Cargueiro recebe certificação para operar na Europa

Foto - Benny Zheng

As autoridades europeias certificaram a conversão de passageiro em cargueiro para o Airbus A321, realizada pela joint venture EFW da aeronave com a ST Engineering.

A aprovação do certificado suplementar de tipo pela Agência de Segurança da Aviação da União Europeia segue o voo inaugural da aeronave convertida inicial em 22 de janeiro. A aeronave está programada para ser entregue à Vallair.

A ST Engineering havia declarado recentemente que esperava garantir a certificação para a conversão P2F até o final do primeiro trimestre de 2020.

Foto: EFW

A Airbus diz estar “confiante” de que mais operadores demonstrem interesse na modificação recém-desenvolvida à medida que a aeronave entra em serviço.

Seu primeiro avião foi introduzido em janeiro para modificação em Cingapura e a conversão de um segundo começará em março.

A Keystone Holdings, empresa de leasing da ST Engineering, também chegou a uma carta de intenções com a Qantas para conversão e locação de um A321P2F para entrega no final de 2021.

Foto: EFW

A Airbus prevê um mercado para cerca de 1.000 conversões de aeronaves pequenas em cargueiros nas próximas duas décadas.


O A321 é convertido para cargueiro através do programa P2F, montado pela Airbus em conjunto com a ST Aerospace em 2015 para converter antigos aviões da família A320, antes configurados para transporte de passageiros. Além dessa aeronave a Airbus também trabalha na conversão do A330 para cargueiro.

A conversão P2F dá capacidade para o A321 transportar 14 pallets de carga no deck principal, e mais 10 nos porões da aeronave. O peso máximo suportado pelo A321P2F é de 27,6 toneladas, nessa condição a autonomia máxima é de 3700 km, ideal para rotas de curta distância.

DEIXE UMA RESPOSTA