Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

TAP Air Portugal Airbus A321LR
Foto: Airbus

Um Airbus A321LR da TAP Air Portugal realizou um voo de 10 horas de duração para a África no último dia 29 de março. Inicialmente o voo estava previsto para pousar em Luanda porém pousou em Praia, capital de Cabo Verde.

A aeronave da TAP voou por uma distância de 4.500 milhas, aproximadamente 7.200km de distância. O Airbus A321LR de matrícula CS-TXA partiu de Maputo em Moçambique às 9h(hora local) e pousou  às 19h08(hora local) em Praia.

Este foi o voo com maior duração já registrado em todas as aeronaves Airbus A321LR, o recorde anterior pertencia ao um voo realizado pela Azores Airlines, voando de Lisboa com destino a Bogotá, com o tempo de voo de 9 horas aproximadamente. 

Imagem: FlightRadar24

O voo TP9302 de 29 de março, operado pelo Airbus A321LR CS-TXA, durou 10h07, tornando-se o voo mais longo já registrado na frota do Airbus A321LR. O voo partiu de Maputo, em Moçambique, às 08h59, e aterrou na Cidade da Praia, em Cabo Verde, às 19h06. Este foi um vôo de posicionamento que cobriu cerca de 7200 km (4500 milhas). Disse a TAP em comunicado.

Esta é uma nova tendência para voos longos, aeronaves de corredor único realizando voos com grandes distâncias. Aeronaves como o Airbus A321LR e o Boeing 737 MAX se tornam alternativas mais em conta para as companhias aéreas. O custo de operação dessas aeronaves alinhadas ao consumo de combustível vale a aquisição e operação em algumas rotas longas.

A TAP realiza alguns voos para o Brasil com o modelo para Maceió com escala em Recife, para outras cidades mais distantes é utilizado o Airbus A330-200 e -900neo. A Airbus apostou fortemente nas novas versões do A321, sendo a LR e a XLR que ainda está em desenvolvimento.

Em um futuro próximo, poderemos ver mais aeronaves de porte médio com capacidade de realizar voos longos, é o que por exemplo promete o Airbus A321XLR. A nova aeronave da fabricante francesa deverá entrar em operação em 2023, promete ser capaz de voar a uma distância de 8.700 km com capacidade para até 244 passageiros.