Um Airbus A321neo da Hawaiian Airlines, que cumpria um voo de Oakland para Honolulu (Havaí) nesta última quinta-feira (22/08), precisou realizar um pouso de emergência devido a uma grande quantidade de fumaça que adentrou a cabine da aeronave.

A solicitação de emergência ocorreu cerca de 20 minutos antes do pouso da aeronave em Honolulu, e pela falta de locais para alternar, o avião precisou prosseguir com o pouso no destino final.

O avião ficou parado na pista após o pouso, e os passageiros saíram da aeronave através de escorregadores infláveis. Sete passageiros foram levados para hospitais com sintomas relacionados à inalação da fumaça. 

De acordo com a companhia, a aeronave de matrícula N218HA apresentou um problema nos motores, que levou fumaça para a parte interna da aeronave através do sistema de ar-condicionado.

A aeronave é equipada com dois motores Pratt & Whitney PW1100G, de acordo com a Airbus.