Foto – Divulgação

A Emirates retomou no último dia 29 de fevereiro os voos com um Airbus A380 da companhia, de matrícula A6-EOP, que sofreu um incidente enquanto passava por manutenção.

Na ocasião, que ocorreu em agosto de 2019, mecânicos da companhia acionaram o sistema de recolhimento do trem de pouso, que sem a presença do pino de travamento do sistema de trem de pouso, levou a um recolhimento do conjunto dianteiro, o que causou danos na aeronave.

O incidente danificou parte da fuselagem da aeronave, além do trem de pouso dianteiro, da porta do trem de pouso, com danos no radome e sistema de radar da aeronave.

Na época a Emirates informou que a aeronave estava passando por um check-A, no momento do incidente.

“Estamos investigando a causa internamente”, diz a Emirates. “A segurança é nossa prioridade número um, e seguimos rigorosos padrões técnicos e de segurança”.

O avião danificado é um Airbus A380 fabricado em 2015, com número de série 200, e que opera na Emirates com a matrícula A6-EOP.

O mesmo avião, depois de passar por reparos, voltou a voar no último dia 29 de fevereiro, realizando um voos de testes no espaço aéreo dos Emirados Árabes Unidos, atingindo 43000 pés de altitude, e depois retornando para Dubai.


Você pode acompanhar como foi esse voo Clicando Aqui.

 

DEIXE UMA RESPOSTA