Heicóptero Esquilo Airbus
Foto: Airbus

 A Airbus Helicopters entregou seu 7.000º helicóptero da família Ecureuil (Esquilo). O monomotor leve H125, que foi montado em Marignane, na França, foi entregue à Blugeon Hélicoptères, empresa francesa especializada em trabalhos de funda em grandes altitudes.

Este novo H125 se juntará à frota existente de cinco helicópteros H125 da Blugeon localizados em três bases diferentes nos Alpes franceses e uma quarta nos Pirineus. Cada um deles voa uma média de 600 horas por ano realizando transporte de passageiros, vigilância de linhas de energia, filmagem, manutenção preventiva de avalanche, resgate em montanha e içamento em grande escala.

“Desde que o primeiro Ecureuil subiu aos céus em 1974, essa família de aeronaves mudou para sempre o mercado de helicópteros leves e a forma como o trabalho aéreo é realizado”, disse Axel Aloccio, chefe do programa de helicópteros leves da Airbus Helicopters.”

O Esquilo é atualmente operado por 2.014 clientes em 124 países representando todas as regiões do mundo. A família Ecureuil é composta pelo H125, o H130 no mercado civil, produzido principalmente para trabalho aéreo, transporte de passageiros e voos de negócios, bem como para serviços públicos e serviços médicos de emergência (EMS). No mercado militar, o H125M é particularmente popular para reconhecimento armado ou ataque leve, bem como plataforma de treinamento. Tanto a versão civil quanto a militar já ultrapassaram 37 milhões de horas de voo.

No Brasil, o helicóptero é batizado como Esquilo e vem sido produzido pela Helibras sob a nomenclatura HB350B, com a nacionalização de 43%. 

O Ecureuil também tem vários recordes de altitude a seu crédito. O mais notável deles foi alcançado em 14 de maio de 2005, quando Didier Delsalle aterrissou no cume do Monte Everest atrás dos controles de um H125 serial – o único helicóptero a realizar esse feito incrível.

Via: Airbus