Airbus coloca a segunda unidade do Beluga XL para realizar o transporte de peças

A segunda unidade fabricada do Beluga XL entrou em serviço nesta última quinta-feira (09/01) de acordo com a Airbus.

A aeronave fez um voo entre Toulouse no sul da França, para Bremen, no norte da Alemanha, transportando componentes. Depois de voar por 1 hora e 56 minutos, a aeronave gigante pousou em Bremen às 14h04.

O Beluga XL também fez um voo de Bremen para Chester, no Reino Unido, onde foi buscar asas de aeronaves em uma unidade de produção da Airbus.

A segunda unidade é exatamente idêntica ao primeiro avião, exceto por alguns detalhes na fuselagem do protótipo 001, que está passando por testes em voo e abriga alguns equipamentos específicos. Um número “2” também indica que a aeronave é a segunda fabricada.

A aeronave é parte integrante do sistema industrial da Airbus e um facilitador essencial para os requisitos de aceleração da produção para além de 2019.

 

O Airbus Beluga XL

O Beluga XL foi lançado em novembro de 2014 para atender aos requisitos de capacidade de transporte para a Airbus, focando os anos após 2019. Para isso a Airbus usou uma plataforma já existente, o cargueiro A330-200F, o anterior era derivado do A300-600, um avião que já saiu de linha há anos.


O Beluga XL tem seis metros de comprimento a mais, um metro a mais de largura e um elevador de carga com capacidade para seis toneladas , isso comparando com a geração atual.

Quando completa, a frota de cinco aviões do modelo Beluga XL irá assumir o transporte de seções completas de aeronaves da Airbus entre os locais de produção da empresa em toda a Europa, e as linhas finais de montagem na França, Alemanha e Espanha.

Até 2023 as seis aeronaves estarão totalmente operacionais, substituindo a frota existente da Airbus de aviões Beluga ST, na versão especial A300-600ST.

Anteriormente a Airbus planejava ter cinco aviões Beluga XL, mas anunciou depois que agora planeja fabricar 6 aviões deste modelo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA