(Reuters) – A Airbus afirmou nesta segunda-feira que os clientes podem adiar ou cancelar pedidos de aviões e helicópteros diante da escalada da epidemia do coronavírus, segundo alerta da companhia divulgado a investidores.

O presidente-executivo da companhia, Guillaume Faury, afirmou mais cedo que várias empresas aéreas pediram à Airbus adiamento de entregas, mas que a maioria delas continua a fazer depósitos sobre pedidos já feitos.

“As condições mais fracas econômicas e de mercado na China e os efeitos em outros mercados podem resultar em pedidos dos clientes para adiamentos de entregas ou cancelamentos de pedidos de aeronaves”, afirma a Airbus no alerta.

No comunicado desta segunda-feira, a Airbus afirmou, porém, que vai manter a produção do A330neo em 3,5 unidades por mês.

 

DEIXE UMA RESPOSTA