A JetBlue é a responsável por receber o primeiro avião da família A320 adaptado para biocombustível e produzido nos EUA.

O A321 da companhia pode realizar voos a partir de uma mistura composta por 15% de biocombustível, misturado com o tradicional Querosene de Aviação (QAV). Todo o combustível será fornecido é certificado pela Air BP.

Essa possibilidade de receber aviões adaptados ao biocombustível e certificados pela Air BP existe desde 2016, quando a Airbus implementou a possibilidade para os aviões fabricados em Toulouse, e agora o Centro de Mobile, no Alabama (EUA) também pode entregar esse tipo de avião.

“O setor de companhias aéreas tem metas ambiciosas de redução de carbono, que em uma indústria crescente só serão alcançadas com o apoio de toda a cadeia de suprimentos. Estamos trabalhando em estreita colaboração com companhias aéreas e fabricantes de aeronaves, como a Airbus, para impulsionar a mudança, promovendo e garantindo o fornecimento de combustível de aviação sustentável”, disse o diretor comercial da Air BP, Matt Elliott.

No total a JetBlue espera receber mais cinco aviões com essa adaptação, e fabricados nos EUA, até o fim do ano.

A Airbus aproveitou a ocasião para anunciar que a US Manufacturing Facility em Mobile recebeu oficialmente sua certificação ISO 14001. A ISO 14001 é uma norma voluntária, reconhecida internacionalmente e que estabelece os critérios para um sistema de gerenciamento ambiental. 

A Airbus foi a primeira fabricante de aeronaves a ter a certificação ISO 14001 para todas as suas unidades de instalações, produtos e serviços.