Airbus envia carta aos funcionários sobre possível corte de empregos

Airbus

Em uma carta enviada aos funcionários nesta última sexta-feira (24/04), o CEO da Airbus alertou os 135000 funcionários da empresa sobre cortes de empregos potencialmente mais profundos.

De acordo com o comunicado, a Airbus está planejando cortar postos de trabalho para conter a “queima de caixa” durante a crise, após reduzir a produção de aeronaves em 33%.

A carta informava aos funcionários que a empresa estava “gastando dinheiro a uma velocidade sem precedentes” e que ainda não havia atingido o pior cenário para a queda nas taxas de produção. 

Conforme relatado pela Reuters, Faury disse para a sua equipe: “A sobrevivência da Airbus está em questão se não agir agora (…) Em apenas algumas semanas, perdemos cerca de um terço dos nossos negócios. E, francamente, esse não é o pior cenário possível.”

Antes a Airbus já havia anunciado a demissão de 2300 funcionários da divisão de Defesa e Espaço, pelo menos até o final de 2021.

A Airbus também colocou em março 3000 trabalhadores das suas unidades na França em esquema de licença com apoio do governo, para mitigar os custos.

A Reuters relata ainda que fontes do setor disseram que a Airbus poderia ver um plano de reestruturação implementado no verão deste ano, semelhante ao seu programa Power8 de 2007, responsável por 10000 cortes de empregos.


 

DEIXE UMA RESPOSTA