Airbus fecha acordo para evitar demissões involuntárias

Airbus
Foto - Airbus

A Airbus conseguiu fechar nesta última segunda-feira (12/10) um acordo com diversos sindicatos franceses, para licença temporária de trabalhadores e reduções de postos de trabalho através de demissões voluntárias.

De acordo com as negociações, a Airbus deve demitir 4200 trabalhadores somente na França, seja através de desligamentos voluntários ou demissões involuntárias, porém esta última será evitada ao máximo. Cerca de 3400 demissões serão somente nas instalações de produção da Airbus em Toulouse, na França.

Além disso, o acordo inclui uma ajuda do governo para evitar mais demissões, o que poupa 2000 cortes de empregos, de um total de 15000 demissões ao longo dos últimos meses.

Como o acordo de licenças voluntárias começa a partir do dia 1º de janeiro, os funcionários da empresa que optarem pelo desligamento tem até 31 de dezembro para realizarem a inscrição no programa através do sindicato, que deve gerenciar esse processo em parceria com a Airbus.

Atualmente a Airbus tem cerca de 130 mil funcionários em diversos países, e planeja dispensar pelo menos 15 mil deles como medida de reestruturação devido à crise causada pela pandemia.

 

DEIXE UMA RESPOSTA