A Airbus Foundation cooperou com a Federação Internacional da Cruz Vermelha após a erupção do Volcán de Fuego, que no início de junho causou a morte de 100 pessoas e o desaparecimento de 200 na Guatemala.

Em colaboração com o operador local, Transportes Aéreos Guatemaltecos, a Airbus Foundation colocou à disposição do Coordenador Nacional de Redução de Desastres (CONRED) e da Cruz Vermelha da Guatemala seis horas de voo do helicóptero monomotor modelo H125 para realizar uma avaliação aérea dos danos na área afetada.

Durante os dias 21 e 23 de junho, cerca de 75 km foram percorridos nos departamentos de Escuintla, Sacatepéquez e Chimaltenango, onde fica o vulcão.

Os vôos permitiram avaliar os danos, identificar as zonas afetadas pelas diminuições dos fluxos piroclásticos e das avalanches, determinar a consequência do desastre nas áreas de cultivo e pastagem, além de localizar as comunidades isoladas para identificar rotas alternativas que facilitem a distribuição da ajuda humanitária.