Aparentemente os próximos CS300 são para a Korean Air.

Enquanto realiza estudos para implementar uma linha de montagem do A220 nos Estados Unidos, em Mobile, a Airbus já iniciou as obras de expansão das instalações de produção do A220 em Mirabel, no Canadá.

Mais dois hangares serão construídos no local, com a conclusão das obras prevista para o 4º trimestre de 2019.

A Airbus não deu muitos detalhes sobre a funcionalidade dos novos hangares, ou seja, para qual função de montagem final eles servirão na linha de produção do A220. A única informação obtida é que esses hangares vão possibilitar expandir a produção do A220, de cerca de 35 aeronaves por ano para cerca de 60 inicialmente.

“Para apoiar nosso crescimento, precisamos de mais espaço em Mirabel, por isso começamos o trabalho de construção de duas novas estruturas que estarão prontas por volta da primavera de 2019”, disse a Airbus ao portal FlightGlobal.

Os aviões produzidos em Mirabel serão direcionados para companhias aéreas de todo o planeta, menos para as companhias aéreas dos Estados Unidos que vão receber aviões montados em Mobile.

Nos EUA a Airbus tem a Delta e a JetBlue Airways como grandes clientes do A220.

Em 2017 a Bombardier entregou 17 aeronaves da família A220 (antes CSeries), agora a Airbus planeja terminar 2018 com 25 entregas de aviões da família A220.

O Centro de Mirabel juntamente com uma possível Linha de Montagem em Mobile, nos EUA, pode elevar a capacidade de produção do A220 para até 90 aviões por ano após 2021.