Airbus inicia preparativos para produção do Airbus A321XLR

Airbus
Foto - Divulgação

Um novo marco está para acontecer na Airbus, a fabricante está iniciando os preparativos para iniciar a produção de seu mais novo avião. Trata-se do Airbus A321XLR, uma versão de maior alcance do A321neo. O local da montagem do avião é Saint Nazaire em uma região administrativa da França.

O local foi aonde teve parte da produção de A380, que foi encerrada. Atualmente Saint Nazaire fabrica as seções centrais e frontais da família A320. Boa parte dos funcionários dedicados a antiga fabricação do A380, agora passaram a realizar trabalhos na fabricação da parte frontal do novo A321XLR.

Antes da pandemia, a produção dos novos aviões da família A320 chegavam a 63 aeronaves por mês. Agora com a adição da nova linha de montagem, o número chegará a 90 aeronaves por mês.

Os investimentos da Airbus na nova linha de montagem totalizam € 60 milhões, incluindo toda a parte robótica que trará eficiência e redução de custos operacionais. Atualmente a fabrica de Saint Nazaire não conta com a tecnologia robótica, devido a ter uma instalação dificil e bem ultrapassada. 

Primeiro corte de metal A321XLR
Foto: Airbus

Com a recente crise, a Airbus foi obrigada a anunciar o corte de 386 empregos na fábrica de Saint Nazaire. Entretanto, com o novo anuncio da fabricação de partes do A321XLR, esses empregos não serão cortados. Vincent Le Claive, um dos diretores na fábrica comentou o avanço da produção.

“… Isso mostra que a gestão acredita em uma recuperação do setor e que, para isso, um certo número de investimentos deve ser feito sem demora.” 

O novo Airbus A321XLR tem previsão de entrar em operação no ano de 2023, algo que irá beneficiar a Airbus e as companhias aéreas. Com a crise, as empresas estão buscando ter uma operação mais viável e com bom retorno financeiro. Foram necessários cortes de frotas de longo alcance, devido a baixa demanda e ao custo dos aviões maiores.


Com o novo avião e um alcance maior, as companhias estão investindo em aviões menores com melhor custo operacional. Com isso a Airbus está apostando suas fichas no novo avião, e espera ter o primeiro entregue em 2023.

DEIXE UMA RESPOSTA