Faltando apenas um dia para começar um dos maiores eventos de aviação da Europa, o Paris Air Show, a Airbus revelou oficialmente nas redes sociais o novo A380, que agora ganhou o codinome Plus pelas atualizações implementadas pela fabricante europeia.

O A380 Plus traz um amplo pacote de atualização para o tradicional A380, com finalidade de atrair novos clientes para a aeronave e dar uma sobrevida para a produção da mesma. A primeira alteração é o aumento do MTOW (peso máximo de decolagem) do A380, isso permite levar também mais combustível e aumentar o alcance da aeronave em até 500 km, 3 toneladas foram acrescentadas ao peso anterior de 575 toneladas de MTOW, expandindo o peso máximo de decolagem para 578 toneladas.

A nova Sharklet implementada no A380 diminuirá o consumo de combustível em 4%, uma última atualização nos motores Rolls Royce e Engine Alliance pode ampliar esse valor para 6%. Essa alteração também amplia a autonomia da aeronave em até 6%. O formato da sharklet é semelhante ao Split Scimitar Winglet que a Boeing utiliza no 737 NG para aumentar a eficiência da aeronave.

Os novos sharklets medem aproximadamente 4,7 metros de altura (sendo 3,5 metros na parte de cima e 1,2 na parte inferior).

“É um novo passo para a nossa aeronave icônica servir melhor o rápido crescimento da aviação e as necessidades dos clientes do A380”, disse o diretor de operações para clientes da Airbus, John Leahy, acrescentando que o A380plus terá menor custo de manutenção.

O A380 Plus possui intervalos de verificação mais longos, isso reduz o tempo de inatividade da aeronave, aumentando a disponibilidade da aeronave, além de reduzir os custos de manutenção.

Com menor consumo de combustível durante os voos, a Airbus planejou durante os últimos anos várias atualizações no interior, para conseguir colocar 80 passageiros a mais, quando comparamos com a primeira configuração divulgada pela Airbus em 2005. Isso inclui os novos assentosas escadas re-projetadas.

Para implementar esse novo interior a Airbus precisou realocar o espaço de descanso dos tripulantes, criando um local integrado, ao invés de dividir o mesmo em dois, a fabricante também reprojetou o acabamento das paredes laterais, e por causa disso aumentou o tamanho do interior lateralmente, agora também é possível colocar 9 assentos por fileira em uma configuração de Economy Premium e 11 quando a configuração é totalmente Economy.

A contagem da Airbus é em quatro classes (First, Business, Premium Economy e Economy), o A380 anterior era capaz de transportar 497 nessa configuração padrão, agora é capaz de levar até 575 passageiros. Para ver mais detalhes sobre as alterações o interior leia mais abaixo.

No total serão 80 passageiros a mais no interior da aeronave, que proporcionará um custo 13% menor para transportar cada passageiro, detalhe, contando somente essa alteração, sem considerar o menor consumo de combustível da versão A380 Plus.

O menor custo para transportar cada passageiro permite que as companhias aéreas apliquem menores valores nas passagens aéreas, bem como podem aumentar seu lucro com voos de longa distância usando o A380 Plus.

Atendendo às novas solicitações da Emirates, para diminuir o custo de operação do A380, a Airbus agora espera fechar mais 20 encomendas com a companhia durante o Dubai Air Show, que ocorrerá em novembro deste ano. Atualmente a Emirates é a maior operadora do A380 no mundo, com mais de 95 aeronaves na frota.

 

Paris Air Show

Caso a Airbus realmente lance essa nova aeronave durante o evento Paris Air Show com certeza será uma grande novidade, esperada por toda imprensa e também pelas companhias aéreas, que ainda têm muitas encomendas do A380 para receber, como a Emirates.

As atualizações apresentadas pela Airbus também demonstram a facilidade da realização de upgrades nas aeronaves A380 já existentes, um Boeing 737 NG equipado com as winglets normais pode receber o Split Scimitar Winglets com quase nenhuma adaptação extra. Assim como a atualização de interiores do A380, que pode ser realizada através de um retrofit, isso permite que as companhias aéreas consigam operar o A380 com eficiência durante um período maior.

 

Descrição das atualizações no interior

  • Novas escadas dianteiras – 20 passageiros mais na Business, Premium Economy e Economy

Essa atualização envolve a deslocalização da escada dianteira da Porta 1 para a Porta 2, isso altera também o andar superior do jato e as configurações para a Business Class, a nova escada fica ao lado do local de descaço da tripulação, isso proporciona espaço para mais 20 passageiros.

 

  • Compartimento Combinado de descanso da Tripulação – mais três passageiros na Premium Economy

O local de descanso dos tripulantes foi deslocado agora para o andar inferior da aeronave, atualmente o local de descanso da tripulação está localizado no mezanino, próximo da porta 1 e do cockpit (a companhia aérea pode alterar esse local se assim desejar).

Essa alteração libera espaço para mais 3 passageiros na Economy Premium.

 

  • Layout para 11 passageiros por fileira na Economy – 23 assentos a mais na Economy

A Airbus manteve a largura de 18 polegadas no típico assento da Economy Class, para isso a Airbus desenvolveu um novo assento para o A380 juntamente com seus fornecedores e diminuiu um pouco o espaço no corredor. Agora a tradicional configuração 3-4-3 foi substituída pela configuração 3-5-3, com 11 assentos por fileira e 23 a mais na Economy Class.

 

  • Nova escada traseira da aeronave – 14 passageiros a mais + 2 carrinhos de comida

O novo módulo traseiro chamado pela Airbus de AGSM é uma escada quadrada no lugar da escada em espiral. Essa alteração unicamente oferece espaço para mais 14 passageiros tanto no andar superior como na parte inferior da aeronave, além de abrir espaço para mais 2 carrinhos de comida, aqueles utilizado pelas comissárias de bordo para servir as refeições.

 

  • Nova parede lateral no andar superior – 10 assentos a mais

O novo acabamento da parede lateral no andar superior da aeronave aumenta a largura geral disponível da fuselagem, isso proporciona que a Airbus acrescente até 10 assentos a mais na Business Class do A380, estes são localizados principalmente na parte que a fuselagem da aeronave começa a “afunilar”, como na parte traseira da mesma.

 

  • Novos assentos da Premium Economy – mais 11 passageiros na Premium Economy

A Airbus também fez atualizações nos assentos da Premium Economy, mantendo a modernidade e conforto, porém abrindo espaço para 9 assentos por fileira, enquanto a configuração anterior só abrigava 8, isso proporciona mais 11 assentos em toda Premium Economy.

 

Corte na produção

Neste mês o vice-presidente de programas da Airbus, Didier Evrard, confirmou que haveria um corte na produção do A380 em 2018, passando a Airbus a produção somente uma aeronave por mês, sendo que a fabricante produz atualmente 27 aeronaves por ano, mais de 2 por mês em média.

Como essa é uma medida bastante agressiva da Airbus, visto que o alto valor de custo do A380 impacta diretamente nas receitas da Airbus e pode causar uma queda nas ações da empresa. A nova versão vem para aumentar o número de encomendas da aeronave e primeiramente a sua atratividade perante as companhias aéreas, que vendo o menor custo de operação do jato da Airbus podem criar novas encomendas, a fabricante europeia também espera atrair novos clientes.

Recentemente a Emirates reduziu as entregas do A380 entre 2017 a 2018, voltando a receber normalmente só em 2019. A Malaysia Airlines também repassou seus A380 para uma subsidiária, após ter dificuldades para vender as aeronaves. No momento a Airbus tem 107 encomendas para o A380.