Airbus Boeing

Pelo segundo ano consecutivo a Airbus vai novamente superar a Boeing em quantidade de aeronaves fabricadas. Liderando novamente o mercado de aviões comerciais.

Fontes da indústria esperam que a Airbus entregue 550-560 aviões em 2020, depois que atingiu mais de 520 esta semana. Ou seja, a Airbus precisará entregar pelo menos 30 aviões nesses últimos 9 dias do ano, e com muitas restrições entre as fronteiras dos países.

A queda é de 35%, boa parte pelas restrições da pandemia e a queda na demanda por novos aviões por parte das companhias aéreas. Apesar disso, a Airbus já produziu 477 aviões nos dados contabilizando entregas até novembro, enquanto a Boeing entregou somente 118 aviões no mesmo período.

É praticamente impossível que a Boeing vire esse jogo somente em dezembro, por mais que as entregas do 737 MAX estejam sendo retomadas nas últimas semanas.

Airbus A220

Pelas limitações que todas as empresas estão passando ao longo de 2020, a Airbus não deve repetir um recorde de mais de 100 entregas em dezembro, como em dezembro do ano passado.

As entregas em 2020 superaram as expectativas anteriores, de acordo com a própria Airbus.

Por outro lado, em 2021 a Boeing pode superar a Airbus, visto que existem mais de 450 aviões 737 MAX prontos para a entrega. Já a Airbus pode sofrer em 2021 com o adiamento de entregas, por parte das companhias aéreas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA