Airbus testa transferência de resina na produção de spoilers do A320neo

A Airbus divulgou nesta semana que começou a fabricar um componente do A320neo utilizando um processo diferente de fabricação, com base em materiais compostos.

Nesse novo processo, a Airbus testou a fabricação de spoilers (freios aerodinâmicos) através de uma moldagem por transferência de resina, envolvendo fibra de carbono pré-impregnada com resina e submetida a alta pressão em uma autoclave.

De acordo com a Airbus, esse novo processo de fabricação “permite que cada peça a ser fabricada seja idêntica, com centésimos de milímetro, o que não apenas gera economia significativa de tempo e custo, mas também qualidade ‘certa pela primeira vez'”.

Spoilers de um A321 acionados durante o pouso.

No entanto, esse ainda é um processo caro e demorado de produção, e uma fábrica da Spirit AeroSystems em Prestwick (Escócia), ainda está se adaptando ao método de produção, para igualar aos custos da produção convencional.

Os componentes com alteração serão testados pela Airbus no A320neo, para obter uma certificação que permite instalar essas alterações nas aeronaves de produção em série.

 

DEIXE UMA RESPOSTA