A Airbus anunciou hoje uma parceria com a Air Race E, com foco em criar os primeiros aviões elétricos de corrida aérea do mundo.

O primeiro campeonato será disputado a partir de 2020, e vai seguir um formato semelhante ao da popular série Air Race 1, conhecida como Formula One Air Racing.

Oito aviões movidos a eletricidade competirão um contra o outro em um circuito de 5 km, a apenas 10 metros acima do solo, e a velocidades mais rápidas do que qualquer outro esporte terrestre.

A Airbus trabalhará ao lado de outros parceiros da Air Race E, incluindo a Universidade de Nottingham, para criar o primeiro protótipo.

A Universidade está desenvolvendo um protótipo de avião de corrida acionado por um motor elétrico integrado com uma hélice de material composto, além de baterias e sistemas eletrônicos de suporte. O avião ajudará a moldar o modelo e as regras para a corrida inaugural Air Race E em 2020.

A Airbus também deve usar algumas tecnologias desenvolvidas em parceria com a Safran e a Siemens.