Emirates Airbus A380
Foto - Divulgação

A Airbus vai leiloar nos dias 13, 14 e 15 de outubro de 2022 peças do primeiro A380 que foi desativado na frota da Emirates. O avião de matrícula A6-EDB foi retirado da frota em 2020, durante a pandemia, e declarado como “descartado” em 2021.

De acordo com a Emirates, as peças foram desmontadas, catalogadas e estarão disponíveis em um leilão da Airbus, incluindo itens como lâmpadas, o bar localizado na traseira, escadas, corrimãos, trolleys (carrinhos utilizados pelos comissários na distribuição de comida) e assentos.

O leilão será realizado em Toulouse e online pelo leiloeiro Marc Labarbe, com os rendimentos destinados à Fundação Airbus e à associação AIRitage. A aeronave foi desconstruída pela TARMAC Aerosave, que foi montada pela Airbus, Safran e Suez, e visa uma taxa de recuperação de mais de 90% de uma aeronave. Ao todo serão 500 peças disponibilizadas para arremate.

Bar localizado na parte traseira do andar superior do A380. Foto: Emirates

Desta forma, o leilão é uma grande oportunidade de aquisição de peças históricas por entusiastas da aviação. Veja mais sobre como participar Clicando Aqui.

A aposentadoria desta aeronave estava programada desde antes da pandemia, visto que a Emirates planeja aos poucos retirar o A380 da sua frota, para aproveitar os componentes de aeronaves antigas nas revisões dos aviões atuais. O primeiro a ser retirado oficialmente foi o A6-EDB, os outros quatro são o A6-EDA, EDC, EDD e EDE. 

O último voo de passageiros desse avião foi de Muscat para Dubai em 23 de fevereiro de 2020. Esta é a rota mais curta do mundo operada por um Airbus A380.

A aeronave estava configurada com 14 assentos de Primeira Classe, 76 na Business Class e mais 427 na Economy Class. A propulsão era realizada com quatro motores Engine Alliance GP7200, que serão vendidos no desmonte do avião.

Veja mais sobre o trabalho da TARMAC no vídeo abaixo: