Alaska Airlines Boeing 737 MAX
A new Alaska Airlines 737-9 MAX waiting for delivery to the airline at Seattle’s Boeing Field.

A Alaska Airlines recebeu primeiro Boeing 737 MAX, ontem(24). O modelo é um 737 MAX 9 que estava estocada em Seattle, o primeiro de uma encomenda de 32 aeronaves desse tipo. A primeira encomenda foi feita em 2012, a primeira aeronave já estava construída e praticamente pronta desde 1 ano antes.

O 737 MAX 9 vem com uma configuração semelhante ao 737-900ER da companhia, levando 178 passageiros. O MAX 9 de matrícula N913AK possui a idade de 1,6 anos, mesmo sem nunca ter operado pela Alaska. 

A companhia aérea planeja operar o novo avião para Los Angeles, San Diego e Portland a partir de 1º de março. Outros dois Boeings 737 MAX 9 deverão ser entregues a Alaska nas próximas semanas. 

Mesmo sem operar nenhum MAX até o momento, e sem poder recebe-lo devido a suspensão de voos da aeronave, a Alaska fechou um contrato de arrendamento para 13 aviões com a Air Lease. Além disso, em dezembro de 2020, encomendou mais 23 aeronaves junto a Boeing.

A companhia aérea vai substituir todos os seus A319 e A320 por modelos 737 MAX, pois na carteira de pedidos a Alaska poderá converter para versão que desejar. Entretanto, mesmo com uma grande encomenda da Boeing, a empresa ainda manterá em operação seus A321neo herdados da Virgin. 

A medida que as companhias voltam a operar o 737 MAX, a Boeing realiza as entregas das mais de 400 aeronaves. A Alaska Airlines depositou sua confiança no modelo americano, principalmente na retomada dos voos.